Wednesday, August 4, 2010

Now I'm a real boy!

Pinocchio, always seemed a sad character, even depressed. Maybe too serious for a character from children's story. Indeed, "Pinocchio" by Carlo Colossi, was not really a children's story ...


Even Pinocchio in the film "Shrek" never smiled. Perhaps for having a wooden face. I don't know ...

And if I remember well even Pinocchio by Walt Disney seemed so happy ...

However, this doll we found in a store of antique furniture and objects in the city center is one of the few representations of the famous wooden puppet who is smiling. Maybe he has reasons for this ... For me it is still a mystery.


Pinóquio sempre me pareceu um personagem triste, depressivo até. Talvez sério demais para um personagem de história infantil. Na verdade, "Pinóquio", de Carlo Colossi, não era realmente uma história infantil...

Até o Pinóquio que aparece no filme "Shrek" nunca deu um sorriso. Talvez por ter o rosto de madeira. Não sei...

E se eu me lembro bem nem mesmo o Pinóquio de Walt Disney parecia muito feliz...

Porém, este boneco que nós achamos numa loja de móveis e objetos antigos no centro da cidade é uma das raras representações do famoso boneco de pau que está sorrindo. Talvez ele tenha razões para isso... Para mim ainda é um mistério.





© Rio Daily Photo The photos in this blog are intellectual property. If you are interested in any of them, ask us!
As fotos deste blog são propriedade intelectual. Se você se interessa por alguma delas, peça-nos!

4 comments:

  1. Pinóquio é o nome pelo qual o nosso PM é conhecido, a diferença é que o nariz não lhe cresce sempre que mente!...

    ReplyDelete

Thanks for your comment!

Related Posts with Thumbnails

Why?

Le véritable voyage de découverte ne consiste pas à chercher de nouveax paysages, mais à avoir de nouveaux yeux. (Marcel Proust)



[Click on the images to enlarge them.]


Here we are

Here we are

What time is it in Rio?

Compteur de visiteurs en lignes

What about the weather?

Who, where or when?

What?

We walk by the streets of our city and very often we don’t realize its images, which are there and which suddenly are not any more.

To photograph and glance is to guard images, impressions. It is also to re-discover the space where we live, our imaginary and scenario of our lives.

Our glance is not enough. It is necessary that others look what we see.

Andamos pelas ruas de nossa cidade e muitas vezes não percebemos suas imagens, que estão ali e que de repente não estão mais.

Fotografar e olhar é guardar imagens, impressões. É também redescobrir o espaço em que vivemos, nosso imaginário e cenário de nossas vidas.

Nosso olhar não basta. É preciso que outros olhem o que vemos.


Who see me?

To whom?

Bookmark and Share