Thursday, May 27, 2010

Saint Francis Church, another one...

This is the Church of Sao Francisco de Paula, located in Largo de Sao Francisco, the historic city center of Rio de Janeiro. One of the largest city and one of the best examples of colonial architecture.

Its construction lasted from 1759 to 1801, and was restored several times.

The high altar and the chapel of Our Lady of Victory were made by Mestre Valentim, the same sculptor who made the source of Praça XV, as shown here.

The nave was decorated in 1855, from the design of the painter Mario Bragaldi in neoclassical style.

There are also paintings by Vitor Meireles, Manoel da Cunha panels, stained glass from Germany and a sink in the sacristy worked in mosaic and marble, with brass taps.

There is one detail in the belfry which has been shown here as well ... Anyone remember?

For further informations, click here.


Esta é a Igreja de São Francisco de Paula, localizada no Largo de São Francisco, centro histórico da cidade do Rio de Janeiro. É uma das maiores da cidade e um dos melhores exemplos da arquitetura colonial.

Sua construção durou de 1759 a 1801, e já foi restaurada diversas vezes.

O altar-mór e a capela de Nossa Senhora da Vitória são de Mestre Valentim, o mesmo escultor que fez a fonte da Praça XV, já mostrada aqui.

A nave central foi decorada em 1855, a partir do projeto do pintor Mário Bragaldi, em estilo neoclássico.

Há também telas de Vitor Meireles, painéis de Manoel da Cunha, vitrais vindos da Alemanha e um lavatório na sacristia trabalhado em mosaico e mármore, com torneiras de bronze.

Há um detalhe no campanário que já foi mostrado aqui também...Alguém se lembra?

Para mais informações, clique aqui.

2 comments:

Thanks for your comment!

Related Posts with Thumbnails

Why?

Le véritable voyage de découverte ne consiste pas à chercher de nouveax paysages, mais à avoir de nouveaux yeux. (Marcel Proust)



[Click on the images to enlarge them.]


Here we are

Here we are

What time is it in Rio?

Compteur de visiteurs en lignes

What about the weather?

Who, where or when?

What?

We walk by the streets of our city and very often we don’t realize its images, which are there and which suddenly are not any more.

To photograph and glance is to guard images, impressions. It is also to re-discover the space where we live, our imaginary and scenario of our lives.

Our glance is not enough. It is necessary that others look what we see.

Andamos pelas ruas de nossa cidade e muitas vezes não percebemos suas imagens, que estão ali e que de repente não estão mais.

Fotografar e olhar é guardar imagens, impressões. É também redescobrir o espaço em que vivemos, nosso imaginário e cenário de nossas vidas.

Nosso olhar não basta. É preciso que outros olhem o que vemos.


Who see me?

To whom?

Bookmark and Share