Tuesday, May 25, 2010

Flea market


Every Saturday, under the overpass of Praça XV, there is an antique market. A market for trading, sales and exhibition of objects old and new, in good condition or unused. There are any number of things that were once ornaments or utensils, clothes or treasures in someone's house, and now are just memories of a time that does not backtrack.

Todos os sábados, embaixo do viaduto da Praça XV, há um mercado de antiguidades. Um mercado de trocas, vendas e exposição de objetos velhos, novos, em bom estado ou inutilizados. Há um sem-número de coisas que um dia já foram ornamentos ou utensílios, roupas ou tesouros da casa de alguém, e que hoje são apenas lembranças de um tempo que não volta atrás.

1 comment:

Thanks for your comment!

Related Posts with Thumbnails

Why?

Le véritable voyage de découverte ne consiste pas à chercher de nouveax paysages, mais à avoir de nouveaux yeux. (Marcel Proust)



[Click on the images to enlarge them.]


Here we are

Here we are

What time is it in Rio?

Compteur de visiteurs en lignes

What about the weather?

Who, where or when?

What?

We walk by the streets of our city and very often we don’t realize its images, which are there and which suddenly are not any more.

To photograph and glance is to guard images, impressions. It is also to re-discover the space where we live, our imaginary and scenario of our lives.

Our glance is not enough. It is necessary that others look what we see.

Andamos pelas ruas de nossa cidade e muitas vezes não percebemos suas imagens, que estão ali e que de repente não estão mais.

Fotografar e olhar é guardar imagens, impressões. É também redescobrir o espaço em que vivemos, nosso imaginário e cenário de nossas vidas.

Nosso olhar não basta. É preciso que outros olhem o que vemos.


Who see me?

To whom?

Bookmark and Share